segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Lote 1 - Erstenmal Bier - A Produção

Nesse final de semana eu me iniciei no mundo da produção artesanal de cerveja. Como era de se esperar a primeira vez foi como o planejado, mas, por enquanto, ta tudo certo.
Comecei o processo bem cedo, separando, pesando e moendo o malte que seria usado na cerveja.

Tudo correu bem apesar da dificuldade em regular o moedor de cereais para que malte fosse moído no tamanho adequado, sendo que no final não sei se o resultado era bom ou ruim.
Em seguida veio a mosturação. A água foi aquecida e o malte adicionado.

A mosturação demorou cerca de uma hora e quando estava terminando o Daniel chegou para me ajudar com a minha tarefa. Até ai estava correndo tudo tranquilo.
Terminado a mosturação era hora da clarificação. A cerveja foi recirculada algumas vezes até não ter mais vestígios de grão.

E foi nesse momento que meu tormento começou. Ao medir a gravidade para ter uma idéia da eficiência da mosturação.


Pra minha surpresa a gravidade medida foi 1.036, valor bem abaixo dos 1.045 desejados no final, e eu ainda não tinha feito a lavagem. Um possível motivo para esse resultado é a moagem incorreta dos grão, notei que haviam muitos grão inteiros assim q separei o mosto do bagaço do malte. O resultado foi que consegui apenas 10 litros para seguir com a fervura e uma gravidade bem abaixo da desejada. Bom, bola pra frente e vamos seguir o jogo.
O mostro foi colocado em outra panela e levado ao fogo para ferver. Enquanto o mostro ia aquecendo o lúpulo era pesado.

Assim que o mosto começou a ferver o lúpulo começou a ser adicionado.


O mostro foi fervido, acidentes ocorreram e mais sujeira foi feita (me lembrei pq a panela não podia ser tampada). A fervura terminou e o mosto foi resfriado com ajuda do chiller.

Depois de resfriado o mosto foi filtrado, coisa que deu muito trabalho e demorou bastante. Mais uma medida da gravidade foi tomada e o resultado foi 1.040, acima do meu esperado. Essa medida ainda caracteriza uma English Brown Ale e por isso fiquei mais animado, e triste pois o resultado me fez pensar que muito do mosto evaporou e teríamos menos cerveja no final.
A partir desse momento iniciou-se uma fase crítica, o mosto havia sido resfriado e nesse momento estava sujeito a contaminação. Para que a fermentação fosse iniciada, tudo precisou ser sanitizado.
Sanitizar o equipamento deu muito trabalho e eu cometi alguns pecados, agora temo que o mosto tenha sido contaminado e a cerveja estrague.
Preparei a levedura.

A preparação formou muito menos espuma do que eu esperava e por isso veio mais uma preocupação, que a levedura tivesse morrido e a fermentação não ocorresse como deveria.
Foi tudo para o fermentado e agora ta la na minha cozinha.
Mais de 24 horas depois de colocado tudo no fermentador temo que meu medo tenha se concretizado. O airlock ainda não mostra nenhum sinal de que a fermentação ta ocorrendo, nenhuma bolha foi formada. Por enquanto so me resta esperar.

Um comentário:

bruno disse...

anda bacterias de merda...
fermenta o trem ....